sábado, outubro 14, 2006

Partida de Bilhar

Jogo
uma partida de bilhar
contra a felicidade
pra matar saudade
e morro de vontade
de nunca acabar

Olho pr´essa luz ao seu redor
e sei de cor e salteado,
se alegre ou chateada
mesmo quando empenhada
em tentar não mostrar

Chego antes mesmo do início,
disse isso pelo vício
cruel, não fictício
de te esperar

Passo por um triz
esse caminho estreito
feito desse jeito
com todo direito
por quem o bem se quis

E o que me diz
de uma partida de bilhar
com a felicidade
pra matar saudade
e morrer de vontade
de nunca acabar?

---------------------------
Acreditem! Fiz isso como música :)
Canto em breve e coloco aqui
(Falta de vergonha dá nisso)
:)

0 comentários: